(99) 2101-3900 / (99) 2101-3901

Ortopedia

O que é Ortopedia?

 

       A ortopedia é a especialidade médica que cuida das doenças e deformidades relacionadas aos elementos do aparelho locomotor, como ossos, músculos,  ligamentos e articulações. A traumatologia é  a especialidade médica que lida com o trauma  do aparelho músculo-esquelético.

        A ortopedia se disseminou como um ramo da  medicina na época romana, onde se desenvolveu métodos cirúrgicos de se consertar  fraturas.

        No Brasil as especialidades são unificadas,  recebendo o nome de “Ortopedia e Traumatologia e também a especialidade da odontologia  intitulada cirurgia e traumatologia bucomaxilofacial que, por sua vez, cuida do complexo bucomaxilofacial,  propriamente dito. Na Fisioterapia a área de  fisioterapia ortopédica é a que cuida da avaliação e tratamento das disfunções envolvendo o sistema  músculo-esquelético.

       Existem diversas doenças ósseas que independem do trauma,  como o câncer ósseo, luxações congênitas e deformidades  ósseas que necessitam de tratamento médico. As hérnias de disco, causadoras de dores intensas na coluna, podem ser operadas tanto por ortopedistas como por neurocirurgiões, dependendo de sua formação.

          O aumento da velocidade de locomoção do ser humano  trouxe também o trauma, considerada uma doença, ao contrário do antigo termo utilizado, que era  “acidente”.

             Outro importante campo de atuação da especialidade  é na área do esporte, onde temos as lesões  esportivas com características próprias de  cada esporte em particular (um gesto, uma lesão). As lesões decorrentes das atividades  esportivas envolvendo o sistema músculo-esquelético de modo geral envolvem os músculos, tendões,  cápsula e ligamentos articulares e os ossos.

           Nos mais diversos graus de comprometimento,  afastando o atleta de suas atividades esportivas por tempo determinado, de acordo com a gravidade da lesão.

         Um acidente de trânsito terrestre, aéreo ou  mesmo doméstico pode acarretar fraturas ósseas complexas, com perdas sanguíneas importantes.  As fraturas podem ser “fechadas”, isto é, houve uma fratura mas a parte fraturada não se comunicou  com a parte externa, sendo por isso considerada  uma fratura limpa e que pode ser alinhada e mantida imobilizada com gesso. Outro tipo de fratura é a “exposta”, que ocorre quando a  fratura tem alguma comunicação com o meio exterior. Um exemplo seria um fêmur fraturado que rasgasse  a pele e aparecesse do lado de fora da perna.

           Embora a traumatologia ortopédica pareça ser o estudo de todo tipo de trauma, ela lida apenas com as lesões ósseas e musculares tendinosas dos membros superiores, inferiores, bacia e coluna. O trauma abdominal é avaliado pelo cirurgião geral; o trauma craniano pelo neurocirurgião; o trauma de tórax é avaliado pelo cirurgião do trauma ou cirurgião  torácico. Erro muito comum é o encaminhamento de vítimas de trauma torácico e facial para o ortopedista, o qual trata do esqueleto axial (coluna) e membros.  Se estiver dúvidas, doenças ou fraturas (Ossos e músculos) consulte o médico.