(99) 2101-3900 / (99) 2101-3901

   (99) 2101-3962 / Agendamentos

03 de junho, dia da conscientização contra a obesidade infantil

03 de junho,  dia da conscientização contra a obesidade infantil

Comer bem faz bem.

Ascom, Marcelo Nunes. 

No dia 03 de junho, é comemorado nacionalmente “A Conscientização Contra a Obesidade Infantil”. A data em questão tem como objetivo pontuar debates sobre as questões de vulnerabilidade desta população e as consequências da patologia. Segundo a Pastoral da Criança do Maranhão, em 2019 o Estado teve o registro de 30 mil crianças maranhense avaliadas, sendo 3% obesas e quase 7% com sobrepeso. O Hospital São Rafael convidou a Nutricionista Andressa Holanda, para falar sobre o assunto. 

 

(Imagem: Ascom, 03 de junho dia da conscientização contra a obesidade infantil mórbida)

(Imagem: Ascom, 03 de junho dia da conscientização contra a obesidade infantil mórbida)

 

Para a Organização Mundial da Saúde (OMS), a obesidade infantil mórbida é umas das doenças que oferecem mais desafio no século XXI, visto que está relacionada a uma série de fatores, sejam eles; econômicos, sanitários e educacionais. Segundo dados do Ministério da Saúde (MS) e da Pastoral da Criança, o Maranhão saiu do ranking dos estados que mais tem registro da patologia, contudo, ainda possui um número relevante de casos registrados.

 

Pesquisas do Ministério da Saúde realizadas em 2019 indicam que 12,9% das crianças brasileiras de 5 a 9 anos são obesas e 18,9% dos adultos estão acima do peso. Os Dados indicam que crianças acima do peso possuem 75% mais chance de serem adolescentes obesos, que consequentemente possuem 89% de chance de serem adultos obesos. As regiões Norte e Centro-Oeste se destacaram na pesquisa com o maior número de estados com casos registrados de obesidade infantil mórbida. Na lista do Ministério da Saúde (MS), Manaus aparece como a capital com o maior índice de obesos (23,8%), seguida por Macapá (23,6%), Campo Grande (23,4%), Cuiabá (22,7%), Porto Velho (22,4%) e Recife (21%).  A média geral de obesidade entre brasileiros ficou em 18,9%.

 

A Nutricionista Andressa Holanda do Hospital São Rafael  comenta que a obesidade já é considerada o problema crônico mais prevalente entre as crianças do planeta. Os dados da  Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que 41 milhões de crianças com menos de 5 anos estejam acima do peso. Segundo Andressa, o tratamento da obesidade infantil é bastante complexo, e a orientação de comer menos e gastar mais energia requer uma boa condução. “Mudanças sustentáveis no estilo de vida, com a participação ativa dos pais, que devem ser bons modelos, estimular exercícios, facilitar o acesso a alimentos saudáveis e limitar o tempo nas telinhas”, – disse a Nutricionista. 

 

Alimentação:

A alimentação saudável é um dos mecanismos mais eficientes para combater a obesidade infantil mórbida. Na fase inicial da vida desta população os pais são responsáveis por introduzir alimentos à rotina alimentícias dos pequenos, e é nesse período que deve ser ensinado às crianças a importância de se comer bem, sempre com a presença de legumes e vegetais nas refeições. 

 

Alguns alimentos são mais ricos que outros em nutrientes, em virtude disso,  a Nutricionista Andressa Holanda deu algumas dicas de como melhorar a alimentação dos pequenos, como por exemplo, substituir o refrigerante e suco de caixinha por suco natural de fruta, trocar biscoito industrializado por biscoito caseiro feito com menos açúcar, substituir o bolinho pronto por bolo caseiro, e apostar em um dos favoritos da criançada, que são os cereais. Contudo, vale ressaltar que a é necessário o diagnóstico médico para indicar como está a saúde das crianças, consequentemente uma participação de um profissional nutricionista para indicar a dieta adequada. 

 

(Dados fornecidos pelo sistema de dados do Ministério da Saúde (MS), Agência Brasil, Pastoral da Criança e Secretaria do Estado do Maranhão. )


Sem comentários

    Seja o primeiro a comentar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *