(99) 2101-3900 / (99) 2101-3901

   (99) 2101-3962 / Agendamentos

12 de novembro é marcado pela a luta contra a pneumonia

12 de novembro é marcado pela a luta contra a pneumonia

Hospital São Rafael há 45 anos oferecendo saúde de qualidade.

Ascom, Marcelo Nunes

No dia (12) de novembro é comemorado o combate à pneumonia. A data foi criada pela a Organização Mundial da Saúde (OMS), com o objetivo de conscientizar as pessoas sobre a importância da prevenção da doença, que continua sendo a principal causa de morte de crianças com até cinco anos de idade, segundo os dados da organização.  Em 2019, no primeiro semestre do ano foram registradas 1.088 mortes por problema respiratório, sendo 541 por insuficiência respiratória e 547 por pneumonia. No ano inteiro, foram 712 mortes por insuficiência respiratória e 709 por pneumonia. Em virtude da data, o Hospital São Rafael entrevistou a  Médica Pneumologista Pediátrica, Yasmim Paiva da Unidade, pautando temas como; diagnósticos, tratamento e ingresso ao sistema de saúde. 

 

(Imagem; Divulgação. Todos contra a pneumonia).

(Imagem; Divulgação. Todos contra a pneumonia).

A pneumonia é uma patologia que inflama os sacos de ar em um ou ambos os pulmões, que podem ficar cheios de líquido. Durante a infecção, os sacos aéreos podem ficar cheios de líquido ou pus. A inflamação pode ser fatal para qualquer pessoa, mas os mais afetados são bebês, crianças e pessoas com mais de 65 anos. Segundo a Pneumologista, é preciso ficar atento há alguns fatores de riscos, que são; fumo, porque provoca reação inflamatória que facilita a penetração de agentes infecciosos; álcool, visto que interfere no sistema imunológico e na capacidade de defesa do aparelho respiratório; ar-condicionado, pois deixa o ar muito seco, facilitando a infecção por vírus e bactéria; também resfriados mal cuidados e mudanças bruscas de temperatura.

 

Conhecer os fatores de riscos é essencial para observar os sintomas que os mais comuns são; tosse com catarro ou pus, febre, calafrios e dificuldade respiratória. Posteriormente, é necessária a visita a um profissional da saúde, mais precisamente um pneumologista, para realizar exames a fim de identificar a patologia. Em caso do diagnóstico positivo, a Médica Yasmim, ressalta “os antibióticos podem ser  aliados importantes durante a fase de tratamento. Contudo, não podem ser utilizados sem a prescrição médica”.

 

Para Médica Pneumologista Pediátrica, Yasmim Paiva do Hospital São Rafael as mortes no Estado com o diagnóstico de pneumonia, são preocupantes, visto que os números são altos. Contudo ressalta, “estamos caminhando para uma diminuição gradativa”. Segundo a Médica as medidas progressivas na área da saúde no Estado estão sendo positivas.  

 

Transmissão:

A pneumonia pode ser adquirida pelo ar, saliva, secreções, transfusão de sangue ou, na época do inverno, devido a mudanças bruscas de temperatura. Essas mudanças comprometem o funcionamento dos pelos do nariz responsáveis pela filtragem do ar aspirado, o que acarreta uma maior exposição aos micro-organismos causadores da doença.

 

Diagnóstico e tratamento:

Exame clínico, auscultação dos pulmões e radiografias de tórax são recursos essenciais para o diagnóstico de pneumonia. O tratamento depende do micro-organismo causador da doença. Nas pneumonias bacterianas, devem-se usar antibióticos. Na maior parte das vezes, quando a pneumonia é causada por vírus, o tratamento inclui apenas medicamentos para aliviar os sintomas, como febre e dor, podendo ser necessários medicamentos antivirais nas formas graves da doença. Nas pneumonias causadas por fungos, utilizam-se medicamentos específicos. É muito importante saber que, se não tratada, a pneumonia pode evoluir para um quadro mais grave, causando até a morte.

 

O Hospital São Rafael sabe da importância dessa luta, por isso apoia e incentiva todas as campanhas pró-saúde. Nossa Unidade reconhece o seu papel ético que vai além de servir bons serviços de saúde, mas como também levar informação e apoio aos que precisam de atendimento médico. 


Sem comentários

    Seja o primeiro a comentar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

São Rafael