(99) 2101-3900 / (99) 2101-3901

Busca Fonada

Busca Fonada

Combatendo as Infecções hospitalares

 

Ascom, Marcelo Nunes

O Hospital São Rafael oferece o que há de melhor aos seus pacientes, em virtude disso, o Serviço de Controle de Infecção Hospitalar (SCIH), da Unidade realiza a “Busca fonada” indicador de controle padrão da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). O procedimento é realizado através de ligações após 30 dias do pós operatório do paciente, a fim de coletar informações, sinais e sintomas que indiquem algum processo infeccioso, para que a Instituição possa identificar e realizar medidas de  controle de infecção hospitalar.

 

Para prevenir e controlar a infecção hospitalar, O Ministério da Saúde junto com outros órgãos reguladores desenvolveram formas de controle de infecções nas unidades de saúde. A Organização Mundial da Saúde (OMS), estima-se que, cerca de 234 milhões de pacientes são operados por ano em todo o mundo. Destes, um milhão vão a óbitos em decorrência de infecções hospitalares e sete milhões apresentam complicações posteriores aos procedimentos.

 

O procedimento “Busca Fonada” é realizada por meio de entrevista via telefone com o paciente, o indicador é novo na Unidade, sendo realizado pela a Enfermeira do Serviço de Controle de Infecção Hospitalar (SCIH), durante todo o mês de junho foram realizadas mais de 30 ligações, para um controle maior dos dados.  Decorrente a isso, o São Rafael pode obter taxas de incidência de Infecções relacionadas a procedimentos cirúrgicos, gerando limites endêmicos de controle de infecção hospitalar. 

 

Este procedimento visa reduzir o risco de aquisição de infecções hospitalares por parte dos usuários de unidades de saúde, especialmente de pacientes submetidos a procedimentos cirúrgicos, a fim de melhorar a qualidade da assistência, visto que buscam oferecer dados que trazem “feedbacks” dos serviços prestados na Unidade, certificando que todos os procedimentos realizado no HSR cumprem com as normas padrões dos órgãos reguladores.

 

Segundo a Enfermeira do Serviço de Controle de Infecção Hospitalar (SCIH), Ana Arraes, a realização deste indicador é muito importante para o Hospital São Rafael, visto que oferece dados para um melhorar os atendimentos realizados na Unidade, além do mais, certifica que a Hospital realiza bons atendimentos a população imperatrizense. Ressalta, “é muito importante saber qual o estado do paciente  durante o pós-operatório, visto que em até 30 dias o paciente pode apresentar sinais de infecção relacionada ao procedimento cirúrgico”.


Sem comentários

    Seja o primeiro a comentar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *