(99) 2101-3900 / (99) 2101-3901

   (99) 2101-3962 / Agendamentos

Cinco pontos que todo mundo precisa saber sobre a diabete

Cinco pontos que todo mundo precisa saber sobre a diabete

Promovendo saúde.

Ascom, Marcelo Nunes.

Em (14) de novembro, é comemorado o “dia mundial da diabetes” e é marcado pela luta do acesso ao tratamento da pessoa com diabetes. A data foi criada pela a Sociedade Brasileira de Diabetes (SBD), com o objetivo conscientizar a sociedade pautando temas como; diagnóstico, acesso ao sistema de saúde, tratamento e seus direitos. Além de mostrar apoio à população diabética. Em alusão a data, selecionamos cinco pontos que todo mundo precisa saber sobre a diabetes. 

(Imagem: Ascom. Dia mundial do diabetes).

(Imagem: Ascom. Dia mundial do diabetes).

 

Antes de falarmos sobre a patologia, precisamos entender o que é ela. Você sabe o que é diabete?

Diabete é uma doença causada pela produção insuficiente ou má absorção de insulina, hormônio que regula a glicose no sangue e garante energia para o organismo. A insulina é um hormônio que tem a função de quebrar as moléculas de glicose (açúcar) transformando-a em energia para manutenção das células do nosso organismo.

 

É importante ressaltar que existem tipos da doença, as mais comuns são: 

Diabetes tipo 1 – onde o sistema imunológico do corpo ataca e destrói as células que produzem insulina.

 

Diabetes tipo 2 – em que o corpo não produz insulina suficiente ou as células do corpo não reagem à insulina. (O diabetes tipo 2 é muito mais comum que o tipo 1.)

 

Diabetes Gestacional

Durante a gravidez, para permitir o desenvolvimento do bebê, a mulher passa por mudanças em seu equilíbrio hormonal. A placenta, por exemplo, é uma fonte importante de hormônios que reduzem a ação da insulina, responsável pela captação e utilização da glicose pelo corpo. O pâncreas, consequentemente, aumenta a produção de insulina para compensar este quadro.

 

Pré-diabetes

Pessoas que têm níveis de açúcar no sangue acima da faixa normal, mas não alto o suficiente para ser diagnosticado como tendo diabetes. É conhecido como pré-diabetes. Se o seu nível de açúcar no sangue estiver acima da faixa normal, o risco de desenvolver diabetes completo é maior. É muito importante que o diabetes seja diagnosticado o mais cedo possível, porque ele ficará pior se não for tratado.

 

Os sintomas da diabete podem variar de acordo com o tipo da doença, porém de forma geral os primeiros sinais e sintomas da diabetes são? 

Fome frequente;

Sede constante;

Vontade de urinar diversas vezes ao dia;

Perda de peso;

Fraqueza;

Fadiga;

Mudanças de humor;

Náusea e vômito.

 

Quando o diagnóstico é positivo para pré-diabetes, a formas de prevenir a patologia, controlando os níveis de açúcar no sangue, como: 

A melhor forma de prevenir é praticando atividades físicas regularmente, mantendo uma alimentação saudável e evitando consumo de álcool, tabaco e outras drogas. Comportamentos saudáveis evitam não apenas o diabetes, mas outras doenças crônicas, como o câncer.

 

Vale ressaltar que o Brasil oferece tratamento gratuito a pessoa diagnosticada com a diabetes, todos os procedimentos são disponibilizados pelo o Sistema Único de Saúde (SUS) em todo o país. Pensando nisso, selecionamos a forma  de ingresso de tratamento da patologia.

Primeiramente, é necessária a realização do exame de sangue para ter o diagnóstico positivo ou não para a patologia. Posteriormente, com o resultado positivo, as Unidades Básicas (UBS) encaminharão para o tratamento nas instituições especializadas como hospitais municipais e centros especializados. Então serão realizados outros exames para saber o tipo da diabetes.

 

Alimentação é um fator crucial no tratamento e na prevenção da patologia, em virtude disso, selecionamento algumas dicas conforme o guia alimentar para a população brasileira, que são;

A alimentação de toda a população, com ou sem diabetes, deve ser baseada em alimentos in natura (frutas, verduras, legumes e carnes) e produtos minimamente processados (arroz, feijão), limitando o consumo de alimentos processados (geleia, atum enlatado, queijo) e evitando alimentos ultraprocessados (sorvete barra de cereal, macarrão instantâneo).

 

O Hospital São Rafael sabe da importância das campanhas relacionadas à saúde, por isso, apoia e promove ações de conscientização. Deixamos aqui o nosso apoio e solidariedade as pessoa com diabetes, estamos juntos nessa luta.

 

(Todas as informações mencionadas acimas foram extraídas das seguintes fontes: Ministério da Saúde (MS), Secretaria de Saúde Estadual do Maranhão (SES) e Sociedade Brasileira de Diabetes (SBD)).


Sem comentários

    Seja o primeiro a comentar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

São Rafael