(99) 2101-3900 / (99) 2101-3901

Dia Nacional da Doação de Órgãos

Dia Nacional da Doação de Órgãos

 Doe órgãos, salve vidas

Ascom, Marcelo Nunes

O dia nacional de doação de órgãos e tecidos é celebrado em 27 de setembro. Em virtude da data, o Hospital São Rafael pontuar um texto sobre Importância de ser um doador no Maranhão. A Associação Brasileira de Transplante de Órgão (ABTO) divulgou dados da Revista de Brasileira de Transplante (RBT), que no Maranhão a cada dez famílias entrevistadas sobre a  doação de órgãos, sete recusam a autorização do procedimento. O Estado ocupa os últimos lugares no ranking dos estados com menos doadores no país, estando acima somente do Piauí que possui 74% da recusa familiar. 

(Imagem divulgação doação de órgãos-HSR)

 

Para ser doador de órgão no país é necessário notificar sua família sobre a escolha, posteriormente a isso, a família notificará a unidade de saúde que você estiver sendo atendido sobre a sua decisão. Vale pontuar, que para a realização do procedimento o doador deve estar apto para doar, também a unidade de saúde deve ter contato com um serviço especializado para a coleta do órgão para que possa ser destinado a alguém.

 

Segundo a pesquisa da Revista de Brasileira de Transporte (RBT) no ano de 2018, o Estado  tinha a taxa de recusa dos procedimentos de 67%, com isso ocupa as últimas posições no ranking de doadores no país. Decorrente a isso, o Hospital Universitário da Universidade Federal do Maranhão (HU-Ufma), divulgou que 700 pessoas estão na fila de espera pela doação de órgãos. 

 

A falta de informação é um dos principais motivos por a recusa nos procedimentos de doação, em virtude disso o Ministério da Saúde junto com as Secretarias Estaduais de Saúde realizam campanhas de conscientização sobre a importância da doação. Mediante as campanhas o Brasil aumentou 7% o índice de doadores referente aos anos  anteriores, posteriormente a isso,  os transplantes mais comuns são; córnea, rim, fígado, coração e pulmão.

 

Atualmente, no Estado a única instituição autorizada a fazer estes procedimentos é o  Hospital Universitário da Universidade Federal do Maranhão (HU-Ufma), está credenciado para realizar cinco tipos de transplantes: coração, fígado, tecido ósseo, rim e córnea. De janeiro a agosto de 2018, foram realizados 220 transplantes (196 transplantes de córnea, 21 de rim e 3 de tecido ósseo). O crescimento no número de transplantes reforça a política de qualidade do HU e o seu compromisso em fortalecer a prestação de serviços na área da saúde.


Sem comentários

    Seja o primeiro a comentar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *